idioma

Pesquisar este blog

Seguidores

domingo, 1 de dezembro de 2013

Sob o Céu Infinito

Exposição : Sob o Céu Infinito


Data : Dia 7 de dezembro ( sábado )

Horário : 10:00 às 16:00 h

Local : Vivaz Atelier  - R: Dr.Sampaio Ferraz nº 541 - Cambuí - Campinas SP
II Mostra Atelier Vivaz
Exposição : Sob o Céu Infinito – Esculturas e Objetos 
Maria Inês Saba 
O Atelier Vivaz cumpre o papel de propagador de Cultura, sendo atualmente local de exibição e divulgação da Arte Contemporânea em Campinas / SP. E mais uma vez abre suas portas para artistas novos e renomados organizando a exposição II Mostra Atelier Vivaz – Sob o Céu Infinito
A II Mostra é uma coletânea de escultura contemporânea apresentada de forma inédita. Nesta exposição passam a fazer parte no contexto das produções escultóricas da paisagem – um jardim. Os diversos suportes que estendem o campo para um artista criar, resgata o elo da escultura, perdido no modernismo, com o lugar que ocupam neste espaço.
As peças, que vão desde miniaturas até grandes esculturas, também mostram que as dimensões do espaço são uma questão importante para os artistas de hoje. Trabalham na abstração geométrica, alinhados a princípios concretistas, neo- concretistas e minimalistas. 
As esculturas como meio expressivo nos questionam a todo o momento. Vale dizer, que elas ampliaram seu campo criativo ao serem trabalhadas como instalação e objeto, especialmente num espaço natural. Sendo assim as esculturas pós-modernas ultrapassam o papel de ser apenas objeto de contemplação, mas se apresentam como uma simbiose complexa e participativa entre homem, comunicação, cidade, comportamento e principalmente desejo.
Assiste-se ao desenvolvimento de uma abstração informal, de tendência lírica ou onírica, e logo se nota que as obras deste grupo de artistas passam a serem estruturas conceituais e que recuperavam elementos da arte popular, cujas tendências e gêneros mistos de arte caminham num mesmo momento acabando por se entrecruzar. Uma exposição formada por uma variedade inextrincável de materiais, técnicas e recursos conceituais da escultura, que se funde e se transforma em uma obra única. 
Os artistas plásticos Alois Hunka ,Alvaro Azzan, Fabiano Carriero, Giló Silvatti , Gomes Heleno, João Bosco , Mirs, Robinson Jose da Silva e Tereza Vianna , buscaram desafiar os limites da arte propondo o uso de diversos materiais. Sua produção artística fértil propicia o aparecimento de soluções sempre novas que se adaptam à evolução da arte e da sociedade. Esta geração de escultores campineiros utiliza com completa liberdade recursos e materiais novos oferecidos pela indústria e tecnologia - as borrachas, concretos, madeiras entre outros materiais e todo um enorme acervo de técnicas e formas herdadas da Arte, para projetar suas obras numa releitura de mundo. 
Resgatam o prazer causado pela obra de arte, neste caso esculturas, que de certa forma, é negligenciado pela era moderna. Ao vê-las se tem o prazer da percepção da boa feitura da obra e do reconhecimento do objeto representado, nos remetendo a transformação em opiniões - base e sustentáculo da utilização da estética pelo consumidor de Arte.
A intenção das obras tridimensionais surge como comunicação e aproximação da vida, deixando leituras, narrativas e lacunas abertas que cabem ao observador interpretá-las.
A II Mostra Atelier Vivaz – Sob o Céu Infinito nos comprova a determinação idealizada pelo Ateliê Vivaz de ser elemento inovador nas Artes Visuais e na Cultura de Campinas.
Por: Alvaro Azzan

RECENTES PUBLICAÇÕES

Google+ Followers

Recent Visitors